Google+

Escritório em casa é uma tendência mundial


Os benefícios dos trabalhos online é que você precisa apenas de um computador ou notebook com acesso a internet, e claro você deve ter os parceiros online (empresas para você representar os produtos e serviços). Seu investimento é mínimo ou quase nenhum para iniciar um trabalho online. Já diferente do trabalho tradicional que todos sabem do grande investimento que temos para começar um próprio negócio.

10 regras básicas para fazer seu escritório em casa

Um escritório em casa pode ser a resposta para a sua proposta de redução de custos. Aluguel, IPTU, condomínio, secretária, luz, telefone, faxineira e estacionamento. Esses são itens básicos da despesa de um escritório. Sem falar no estresse, na perda de tempo no trânsito infernal e nos inúmeros telefonemas para resolver pepinos domésticos. Ufa! Mas existe uma outra opção para todo esse desgaste: levar a rotina profissional para dentro de casa. “Certamente economizo cerca de R$ 2 mil por mês, mantendo o escritório no meu apartamento”, calcula a paisagista Fany Galender, de São Paulo, que adotou a tática nos últimos doze anos.

Escritório em casa passa a ser tendência

O home office ou escritório em casa é uma tendência mundial que passa a ser cada vez mais adotada no Brasil. Com a elevação dos preços dos imóveis e aluguéis nos grandes centros urbanos e o caos no trânsito em nossas cidades, cada vez mais brasileiros optam poe montar um escritório em seu próprio apartamento ou casa, reduzindo custos, ganhando tempo de transporte e qualidade de vida.

Livrar-se de gastos, economizar tempo e agilizar o andamento da casa são as principais vantagens dessa escolha. Se você está cogitando a idéia, comece seguindo estas dez regras básicas para se ter um escritório em casa:

1- Respeite o relógio

Tenha um horário definido para começar e parar suas atividades, como se você estivesse mesmo no escritório. Da mesma forma que a casa não pode invadir o trabalho, a profissão não pode roubar sua saúde, física e mental.

2- Mantenha a disciplina

Atenção para não se dispersar. Não dá para ir à cozinha fazer um café no meio do dia ou visitar a geladeira a cada meia hora. E se você decidir trabalhar no sábado de manhã para fazer compras na sexta à tarde, cumpra sua promessa. Lembre-se que ter um escritório em casa é um desafio à disciplina.

3- Defina seu espaço de trabalho

Uma edícula da casa ou um cômodo do apartamento deve virar seu quartel-general. E não divida espaço com as ferramentas do marido ou com os brinquedos das crianças. Também não deixe o relatório em cima da cômoda do quarto. Se sumir, a culpa é toda sua.

4- Otimize o telefone

Ter um celular ajuda muito. Ele funciona como uma segunda linha telefônica. Outro ponto de apoio é a secretária eletrônica, fundamental para atender às chamadas no final de semana ou depois do expediente. Além disso, as empresas de telefonia de alguns Estados oferecem outros recursos para preservar sua privacidade. A de São Paulo, por exemplo, tem o Detecta, um aparelho que denuncia de que número vem cada chamada. Isso ajuda a selecionar o que deve ser atendido e o que deve ir para a secretária eletrônica.

5- Abuse da tecnologia

Com as novas linhas digitais dá para navegar na Internet e falar ao telefone simultaneamente. Confira se na sua cidade já existem linhas do tipo ADSL – sigla em inglês para linha digital assimétrica – ou RDSI, Rede Digital de Serviços Integrados. Outra saída para quem quer se manter conectado em seu escritório em casa é utilizar os novos serviços das TVs a cabo para plugar o micro na rede. Nesse caso, proteja o computador. Ele vai ficar mais vulnerável ao ataque de piratas.

6- Invista num micro valente

O computador deve ser compatível com o trabalho em seu home office. Se você já tem um no escritório, é ele que vai ser seu companheiro em casa também. Caso vá adquirir um para começar, evite modismos e converse com um técnico sobre a máquina e os programas que atendem melhor a você.

7- Cuide da infra-estrutura

Na hora de adquirir acessórios, equipe bem sua casa. Não se engane, por exemplo, com um fax no micro. Ele funciona bem para receber documentos e não para enviar originais.

8- Abandone a informalidade doméstica

Nada de trabalhar de pijama, sentar-se em qualquer lugar ou improvisar mobílias. Mesa, cadeira, arquivos e estantes devem equipar o ambiente. Estude, inclusive, a altura adequada dos móveis para que tudo seja confortável e não traga problemas de saúde no futuro.

9- Ensine o pessoal a anotar recados

É bom preparar quem está em casa para atender ao telefone. Explique direitinho como seus clientes devem ser tratados e, principalmente, como anotar os recados. Providencie um bloco de papel e uma caneta fixos para isso. Caso você more num prédio, avise porteiro e zelador sobre como proceder com material entregue na portaria.

10- Explique sua rotina para seus filhos

Tudo bem que você está ali para qualquer eventualidade, mas é bom que as crianças saibam qual é seu tempo de trabalho. Se puder, conte com a flexibilidade de horário das escolinhas. Não é porque você está em casa que sua rotina de trabalho deve mudar




Nenhum comentário:

Postar um comentário